Close Switcher
Global Page
Asia-PacificEuropeIndiaNorth AmericaSouth AmericaMexico
BeneluxGermanyRussiaSlovakiaSpain
Services
04/23/2019

Processo de soldagem deu início ao processo de corte a laser

O processo de soldagem foi o início do que hoje conhecemos como corte a laser. Por isso, vale conhecer a história e a evolução desse processo até chegar no que há hoje no mercado.

A soldagem reúne peças de metal usando a fusão como seu meio principal e ainda é amplamente usada em diversos segmentos, como engenharia, artesanato e joalheria.

A soldagem tem como objetivo unir definitivamente as partes, fazendo com que elas se comportem como uma só, numa espécie de fusão, sem que isso comprometa as propriedades físicas e químicas dos materiais base.

Sabendo sobre o seu conceito, é importante destacar que existem diferentes tipos de soldas, cada um voltado para diversas aplicações. O tipo de material também requer uma maneira diferente de soldagem. Esse processo, em geral, exige uma fonte de energia, a fim de gerar a fusão, e também um material de adição, que é aquele usado para preencher o espaço entre os materiais de união das partes.

História da soldagem e surgimento do corte a laser
A soldagem evoluiu muito, desde a Revolução Industrial, sendo desenvolvida a soldagem por arco elétrico, que depois foi substituída por um arame metálico e, décadas depois, se tornou o processo de solda mais popular até os dias atuais.
Ela continuou a se aprimorar até o eletrodo revestido, que se tornou o processo mais estável, com a primeira máquina de solda portátil sendo inventada em 1911. Cinco anos depois, foi desenvolvida a primeira versão do processo de soldagem MIG (Metal Inert Gas).

O que é esse processo de soldagem?
Trata-se de um processo de soldagem por arco elétrico, feito com gás de proteção, com sigla GMAW (Gas Metal Arc Welding), mais conhecida como soldagem MIG/MAG (MIG – Metal Inert Gas) e (MAG – Metal Active Gas).

Mas, somente na década de 50 surgiu a solda com gás carbônico (CO²), que tornou a solda MAG um processo ainda mais barato, dominando os processos produtivos em aço. Foi nesse período que também surgiram o corte a plasma e o processo de solda com arame tubular. Sendo similar ao MAG, pelo menos do ponto de vista físico, e também altamente produtivo, passou a substituir o eletrodo revestido em diversos segmentos.

Na década seguinte, foi a vez da solda por feixe de elétrons começar a ser usada para a fabricação de aviões. Episódios como a corrida espacial, no início da década de 1970, contribuíram para que os processos de soldagem evoluíssem, pela necessidade de novas tecnologias e também de novos profissionais.

Nos anos 90 havia a solda por fricção mecânica e a criação de um novo método que aumenta em até 300% a penetração de fluxos de cordão de solda. Em 2000 foi criada a solda por pulso magnético e em 2008 a solda híbrida a laser/MIG.
A partir daí a evolução foi rápida e crescente, com processos e tendências cada vez mais automatizadas, com soldas e cortes a laser.

Corte a laser Messer Brasil: a mais alta qualidade e a melhor precisão
O processo de corte a laser utiliza um raio laser forte e centrado, produzido por um diodo de laser. O raio de alta energia aquece a superfície do material e derrete rapidamente um capilar, cujo diâmetro corresponde ao diâmetro do laser utilizado.

Por causa do foco estreito do raio laser, a largura do corte (ou do entalhe) é muito pequena se comparada aos outros processos de corte térmico. Uma quantidade mínima do material é derretida e a energia do laser é usada de forma muito eficiente.

O corte a laser é usado nas áreas mais diversas, mais precisamente sempre que é necessária alta precisão na geometria do componente e na borda do corte. O laser é recomendado para chapas de aço com espessura de até 20 mm e sob certas circunstâncias até 25 mm.

Como funciona o corte a laser
Ao cortar com laser, o feixe ou raio é concentrado no material por meio do furo no bico. Isso aquece e derrete o material. Durante o processo de corte, um gás auxiliar que flui de maneira coaxial através do bico é usado para remover o material derretido a partir do corte. Como resultado, a qualidade e velocidade do corte são muito altas em comparação com outras tecnologias de corte.

MESSER CUTTING SYSTEMS: THE APEX OF TECHNOLOGY FOR MORE THAN 100 YEARS

Messer Cutting Systems is a global supplier of cutting edge technology. The company offers products and services for the metalworking industry which set standards world-wide. As market leader in its branch, the machine manufacturer supplies complete solutions and concentrates strategically on advising its customers and customer oriented innovation. Here, the company focusses on the digitalisation of processes and products. Messer Cutting Systems is represented with more than 800 employees in 5 main locations with production facilities and in more than 50 countries.

The product range includes oxyfuel, plasma and laser cutting systems from hand guided machines right up to special machines for shipbuilding as well as machines and equipment for oxyfuel welding, cutting, brazing, soldering and heating. Spare parts, repairs, modernisation, maintenance and service as well as environmental technology round out the product portfolio. In-house software solutions optimise production and business processes. The product range is extended by solutions from technology partners, for example in the field of automation.

An intensive dialogue with our customers has prime position – the modern training centre makes this claim clear. World-wide, Messer Cutting Systems is the partner of choice for cutting systems, oxyfuel technology and customer consultancy.